A arte única, o gênio sem igual

“Eu não posso pintar do jeito que eles querem que eu pinte e eles também sabem disso.
É claro que você dirá que eu deveria ser prático e deveria tentar pintar da maneira que eles querem que eu pinte. Bem, eu vou te contar um segredo. Eu tentei e tentei muito, mas não posso fazê-lo. Eu não posso fazer isso! E é por isso que eu sou um pouco louco.” Rembrandt van Rijn*

*Sendo um conto dos últimos anos e da sua morte por Hendrik Willem van Loon.

7 bilhões de pessoas. Totalmente diferentes umas das outras. Alguns esteriótipos ficam e se criam determinadas “caixinhas” para encaixarem indíviduos. Porém, temos que notar as 7 bilhões de diferenças que nós temos, e que sempre que formos embutir tais pessoas em formas, sempre haverá uns que sairão dessa forma, farão a diferença, e se destacarão na humanidade, como da Einstein, Pelé e Rembrandt!

Ouça no Castbox: https://castbox.fm/vb/170421934

Também no SoundCloud: https://soundcloud.com/coloquialculto/a-arte-unica-o-genio-sem-igual

E no Spotify: https://open.spotify.com/episode/76mRl069Gy5SBqQt9dEAQ9?si=VvGRB0xOS6e7oXdZJlK76A

Anúncios
Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora